Capitolio


Empresa investigada gere hospital de campanha em SP

27 de maio 2020

Organização Social está na mira de três frentes de investigação em dois Estados

Responsável pela administração do hospital de campanha da Prefeitura de São Paulo no Anhembi e alvo de suspeitas de desvios apuradas pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) e Tribunal de Contas do Município (TCM), a Iabas também entrou na mira da Polícia Federal (PF). A organização social é investigada pela Operação Placebo, que foca indícios de desvios de até R$ 700 milhões em verbas federais destinadas a ações para combate à covid-19 no Estado do Rio de Janeiro. Ontem, investigadores buscaram evidências adicionais de e irregularidades no processo de escolha da Iabas para a montagem de sete hospitais de campanha no Rio. Até agora, apenas o hospital de campanha do Maracanã foi aberto para o atendimento de pacientes em enfermarias e UTIs.

Veja mais

Autor: André Guilherme Vieira
Referência: Valor Econômico