Capitolio


Desautorizado, Mandetta decide ficar

26 de março 2020

Ministro da Saúde evita conflitos com o presidente Bolsonaro

Mesmo após ser desautorizado publicamente pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), está decidido a permanecer no cargo e enfrentar a crise provocada pela pandemia de coronavírus no brasil. A decisão passa pelo entendimento de que o ministro tem condições de sair maior, politicamente, desse episódio.

Veja mais

Autor: Renan Truffi, Fabio Murakawa, Cristiano Zaia e Marcelo Ribeiro
Referência: Valor Econômico