Capitolio


Startup brasileira do ramo de saúde capta 2 milhões de euros na Espanha

27 de novembro 2019

Coluna do Broadcast

Tem crescido no Brasil o número de startups que atuam no setor de saúde, atendendo pessoas que não conseguem pagar o preço elevado de um plano, mas não querem ficar à mercê do atendimento muitas vezes precário das redes públicas. De olho nesse mercado, a brasileira Vida Class acaba de receber um aporte no valor de 2 milhões de euros das espanholas Iporanga Advisory, sediada em Madri, e da GEM Research, de Barcelona.

Saúde. A Vida Class funciona como uma espécie de marketplace, isto é, um espaço que reúne médicos, dentistas, laboratórios, clínicas e farmácias com descontos aos usuários cadastrados na plataforma. Em troca, a empresa fica com um porcentual do valor pago por esses clientes nas consultas e exames. A startup foi colocada em operação em 2015 por Vitor Moura, ex-diretor financeiro do Hospital Albert Einstein e do grupo Notre Dame Intermédica. Com o dinheiro captado dos investidores estrangeiros, a Vida Class investirá em tecnologia, marketing e melhorias na plataforma para ampliar o seu raio de atuação. Os planos envolvem também crescer em Portugal e na Espanha.

Referência: Estado de São Paulo