Capitolio


Saúde

10 de outubro 2019

O Tribunal de Justiça da Bahia condenou a Johnson a pagar cerca de R$ 55 milhões para a distribuidora Duder Produtos Médicos, do mercado de próteses. A companhia diz ter sofrido prejuízo após o rompimento de um contrato pela multinacional em 2015.

Duelo A Duder diz na ação que fez investimentos milionários para atender a Johnson, sua principal cliente, mas ficou com estoque e máquinas no valor de R$ 6,5 milhões sem poder vendê-los. Também diz que criou um mercado para os produtos Johnson na Bahia e que a multinacional seguirá se beneficiando disso.

Barreira A Johnson não comenta. No processo, afirma que não haveria impedimento para a distribuidora vender seus produtos a outras empresas e que poderia romper o contrato com aviso prévio de 90 dias. Cabe recurso.

Autor: Joana Cunha
Referência: Folha de São Paulo