Capitolio Consulting


Quebra de monopólio do INSS reduz gastos públicos, dizem especialistas

15 de agosto 2019

A proposta de abertura de parte do mercado de benefícios pagos pelo INSS pode trazer redução de custos para empresas, aumentar o tamanho da indústria de seguros privados e reduzir gastos do próprio órgão de seguridade social, dizem especialistas. Na esteira da reforma da Previdência, o governo pretende quebrar o monopólio público dos chamados riscos não programados, que incluem salário-maternidade, auxílio-doença e ajuda por acidente de trabalho.

Veja mais

Autor: Sérgio Tauhata
Referência: Valor Econômico