Capitolio Consulting


Em 2018, beneficiários de planos de saúde realizaram 1,57 bilhão de procedimentos

11 de julho 2019

Os beneficiários de planos de saúde realizaram 1,57 bilhão de procedimentos como consultas, exames e internações no ano de 2018. O número representa um aumento de 4,1% em relação ao total de procedimentos realizados em 2017 (1,51 bilhão). Os dados fazem parte do Mapa Assistencial, publicação anual divulgada nesta quinta-feira (11/07) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Confira alguns dados extraídos do Mapa Assistencial 2018

Consultas: Em consultas médicas ambulatoriais, a especialidade clínica médica liderou o número de ocorrências dentre as especialidades detalhadas pelas operadoras, totalizando 27.062.874 procedimentos em 2018. Em seguida, vêm as especialidades ginecologia e obstetrícia, com 19.737.282 ocorrências, e pediatria, com 16.665.256 ocorrências.

Outros atendimentos ambulatoriais: O maior número de ocorrências nessa segmentação (dentre os tipos detalhados pelas operadoras) foi consulta com fisioterapeuta, que totalizou 47.133.272 atendimentos, seguido por consulta com psicólogo, que totalizou 6.703.304 atendimentos.

Terapias: Hemodiálise crônica liderou o número de procedimentos entre os tipos que são obrigatoriamente detalhados pelas operadoras, totalizando 2.281.463 ocorrências.

Exames: O exame mais realizado em 2018 (na lista dos que devem ser detalhados pelas operadoras) foi radiografia, com 31.823.039 ocorrências, seguido por hemoglobina glicada (13.490.622 ocorrências) e ressonância magnética (7.904.467 ocorrências). Destaca-se também o expressivo número de exames de tomografia computadorizada (7.386.876) realizados em 2018.

Tipo de internações: Dentre os diferentes tipos de internações (clínica, cirúrgica, obstétrica, pediátrica e psiquiátrica), o maior número foi a internação cirúrgica (3.492.750 ocorrências, sendo que, dessas, 49.521 foram para bariátrica).

Causas de internações: Dentre as causas selecionadas de internações (neoplasias, diabetes mellitus, doenças do aparelho circulatório, doenças do aparelho respiratório e causas externas), o maior número foi relacionado a doenças do aparelho respiratório, com 506,6 mil ocorrências, seguido por doenças do aparelho circulatório (465.845 ocorrências).

Referência: ANS