Capitolio Consulting


Desempenhos distintos

11 de fevereiro 2019

A receita do setor de seguros foi de R$ 245,6 bilhões no ano passado, um recuo de 0,2% em relação ao faturamento do ano anterior, segundo a CNSeg (confederação nacional das empresas de seguro e previdência).

O resultado foi influenciado pela queda de 8,1% da categoria de planos de acumulação, como as modalidades PGBL e VGBL, de previdência privada.

“Em termos nominais, o mercado ficou estável, mas a maioria dos produtos foi bem, como os relacionados a transportes, que subiram 16,1%, ou os rurais, que cresceram 11,4%”, diz Marcio Coriolano, presidente da entidade.

“A instabilidade política de 2018 influenciou o resultado dos planos de previdência complementar, mas a perspectiva para 2019 é boa, devido às novas discussões sobre a reforma [do INSS]”, diz.

Autor: Maria Cristina Frias
Referência: Folha de São Paulo