Capitolio Consulting


Equipe de vendas

09 de janeiro 2019

O setor de dispositivos médicos, como órteses e próteses, contratou 8% mais em 2018 que no ano anterior, segundo levantamento feito pela consultoria Hays.

A alta é atribuída a fatores como o envelhecimento da população, a melhora da economia e o aumento da contratação de planos de saúde.

“Com a queda do desemprego, subiu a parcela de brasileiros que usa convênios e os dispositivos médicos sentem maior demanda”, afirma a diretora da consultoria, Caroline Cadorin.

“As empresas têm investido especialmente na área comercial. Há um otimismo das marcas em relação ao crescimento econômico de 2019, o que influencia positivamente na contratação.”

As vagas de gerente de vendas, de produtos e as posições de gestão de relacionamento com clientes são as mais requisitadas.

A receita do segmento subiu 14,5% em 2018 até setembro, segundo a Abiis (do setor).

Autor: Maria Cristina Frias
Referência: Folha de São Paulo