Obrigação

O transporte de cargas que contava com seguro no Brasil mais do que dobrou no mês passado, chegando a R$ 498 bilhões, ante R$ 237 bilhões registrados em outubro de 2016, de acordo com a AT&M Tecnologia, especializada no processo de averbação eletrônica. O salto foi motivado pela entrada em vigor, há pouco mais de um mês, das novas exigências em relação ao preenchimento do Manifesto de Documentos Fiscais eletrônico (MDFe), essencial em qualquer transporte e que vincula os documentos fiscais à carga em questão. Em outubro, foram produzidos 80 milhões de documentos de seguros, conforme a AT&M, ante 60 milhões identificados um ano antes.

Coluna do Broadcast – Referência: Estado de São Paulo